Edvaldo Souza Couto

Possui gradua√ß√£o em Licenciatura Plena em Filosofia pela Universidade Estadual de Santa Cruz (1985), mestrado em Filosofia pela Pontif√≠cia Universidade Cat√≥lica de S√£o Paulo (1990) doutorado em Educa√ß√£o pela Universidade Estadual de Campinas (1998) e est√°gio de p√≥s-doutoramento em Educa√ß√£o pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2011). Atualmente √© professor Associado na Universidade Federal da Bahia, no Departamento de Educa√ß√£o II. √Č um dos coordenadores do GEC: Grupo de pesquisa Educa√ß√£o, Comunica√ß√£o e Tecnologias. Dentre outros, publicou os seguintes livros: "Transexualidade. O corpo em muta√ß√£o" (GGB, 1999), "O homem-sat√©lite. Est√©tica e muta√ß√Ķes do corpo na sociedade tecnol√≥gica" (Unijui, 2000) e "Corpos vol√°teis, corpos perfeitos. Estudos sobre est√©ticas, pedagogias e pol√≠ticas do p√≥s-humano" (Edufba, 2012). √Č co-organizador dos livros "Corpos mutantes. Ensaios sobre novas (d)efici√™ncias corporais" (Edufrgs, 2007 e 2009), "Walter Benjamin: formas de percep√ß√£o est√©tica na modernidade" (Quarteto, 2008), "A vida no Orkut. Narrativas e aprendizagens nas redes sociais" (Edufba, 2010 e 2012), "Triunfos do corpo. Pol√™micas contempor√Ęneas", (Vozes, 2012) e "Cultura e comunica√ß√£o visual", (Editora da ULBRA, 2013). Estuda principalmente os seguintes temas: est√©tica; corpo e tecnologia; sexualidade e tecnologia; filosofia da t√©cnica; educa√ß√£o, comunica√ß√£o e tecnologias; cibercultura e novas educa√ß√Ķes, software livre, leitura e escrita na era digital, curr√≠culo e forma√ß√£o de professores; redes sociais na internet. Com bolsa do CNPQ desenvolveu a pesquisa "Cibercultura e novas educa√ß√Ķes: leitura e escrita digitais na forma√ß√£o docente" e desenvolve atualmente a pesquisa "Cibercultura e Educa√ß√Ķes: Narrativas de professores nas redes sociais digitais".